Área do Cliente

CURIOSIDADES E CUIDADOS BASICOS COM RECEM NASCIDOS

Imprimir PDF

CURIOSIDADES E CUIDADOS BASICOS COM RECEM NASCIDOS

 

 

O nascimento de filhotes é sempre uma ocasião de muita expectativa dentro de uma casa. Na natureza os animais reproduzem sem a interferência dos homens. Mas os cães devido à seleção e o tipo de vida que levam, muitas vezes encontram dificuldades para procriar. 

É importante que o proprietário acompanhe sempre o trabalho de parto de sua cadela, e em caso de dúvidas procure a orientação de um veterinário.

Em ninhadas normais e saudáveis, logo após o parto, cada filhote se dirige para uma das tetas. Nos primeiros dias de vida os filhotes irão receber o primeiro leite da mãe, o colostro, que contém anticorpos. Estes anticorpos serão responsáveis pela proteção dos filhotes contra infecções durante as primeiras seis semanas de vida. Filhotes que não mamam este colostro em quantidade satisfatória dificilmente sobrevivem.

O proprietário deve observar se todos os filhotes estão mamando, e em casos de ninhadas numerosas, deve fazer rodízio com os filhotes, colocando os menores para mamar nas tetas de trás (produzem mais leite).

O peso corporal dos filhotes é um dos aspectos mais importantes, e sempre que possível devem ser acompanhado. Os filhotes devem ser pesados ao nascimento e depois diariamente até 3 semanas de vida.O ganho de peso insuficiente geralmente é o primeiro sinal de problemas com os filhotes ou com a mãe. Os cãezinhos geralmente dobram seu peso ao nascimento após dez a doze dias.

Estima-se que um filhote deve ganhar de 1 a 2 gramas de peso por dia, por unidade de peso adulto esperado para ele.Assim por exemplo se um cocker cujo peso é de 10 kg criar um filhote com 200 grama de peso, este deverá ganhar por dia 20 grama de peso (2 gramas diárias x 10 peso adulto do cocker). Portanto ele estará pesando no final de um mês aproximadamente 800 gramas (20 gramas diárias x 30 dias + 200 gramas peso inicial).

O cordão umbilical normalmente cai no segundo ou terceiro dia de vida. Ao nascer os filhotes são cegos e surdos. Seus olhos se abrem por volta do décimo ao décimo quarto dia de vida. Contudo só na terceira ou quarta semana é que sua visão esta totalmente desenvolvida. Sua audição começa quando o canal auditivo se abre. Esta abertura se inicia por volta de 12 dias e se completa na quinta semana.

Como os nossos bebês, os filhotes têm uma espantosa necessidade de sono. Quando bem alimentados, praticamente só mamam e dormem na primeira semana de vida. Depois suas atividades vão aumentando gradualmente e com 3 semanas de vida eles começam a andar com passos vacilantes.

Os recém-nascidos não conseguem tremer, e até a idade de 7 a 10 dias seus pelos não conseguem se arrepiar e criar uma camada de ar isolante. Portanto, a regulação térmica dos filhotes é pouco eficiente e a temperatura dos seus corpos costumam variar com a do ambiente. Nesta fase o proprietário deve manter os filhotes em ambiente coberto e sem grandes oscilações de temperatura. Muitas mortes de filhotes ocorrem de madrugada devido a baixas temperaturas.

Os filhotes nascem com poucos movimentos espontâneos, devendo receber estímulos da mãe que os lambe, para começar a respirar, ainda que irregularmente no inicio.

Na movimentação os cãezinhos começam se apoiando sobre o ventre e executam movimentos bruscos, com os membros espalhados para os lados. Eles se arrastam até as tetas da mãe. Entre o sexto e o décimo dia, os membros dianteiros podem sustentar o peso do filhote. A partir 11º e 15º dia os filhotes conseguem ficar totalmente de pé. Poucos dias depois já esta caminhando por todo o ambiente.

Se tudo correr bem, a ninhada irá mamar até a 4ª ou 5ª semana de vida. Durante este período, você já pode começar a completar o leite materno com papinhas apropriadas para que os filhotes aprendam a comer em pires.

A transição do leite materno para outro tipo de alimentação deve ser um processo gradual, e deve iniciar assim que os filhotes comecem a andar. Durante a mudança para o alimento sólido pode-se oferecer ao filhote ração em pó, própria para desmame, adicionada de água morna fazendo uma papa grossa. No inicio coloque na boca do filhote, depois coloque pires com a papa no cercado da ninhada 3 vezes ao dia.

Á medida que o leite da cadela diminui você deve aumentar a quantidade de papinha oferecida aos filhotes. A ração seca pode ser introduzida por volta de 25 dias de vida. No inicio misture pequena quantidade na papa anterior, depois aumente gradativamente até passar a dar somente ração seca.Raças muito pequenas demoram a nascer os dentes, a introdução da ração seca deve ser mais tardia.

Os filhotes podem ser separados da mãe tão logo aprendam a comer satisfatoriamente. Isso ocorre por volta de 4 a 8 semanas. Raças maiores começam a comer ração mais cedo, podendo ser desmamados um pouco mais precoces.

O proprietário deverá fazer a primeira aplicação de vermífugo nos filhotes aos 30 dias de vida, já que muitos vermes são transmitidos pela mãe ao filhote ainda na fase intra-uterina.

Depois destes cuidados o filhote estará pronto para ser separado da sua família e seguir o seu caminho.